Por que a UBA é a preferida dos Brasileiros?

A Universidade de Buenos Aires recebe centenas de estudantes estrangeiros, justamente por seu Reconhecimento e Prestígio Acadêmico. O ingresso segue a metodologia europeia, não sendo necessário prestar o exame de vestibular, ingressando diretamente no primeiro ano acadêmico com matérias básicas e introdutórias ao curso.

É uma das mais importantes instituições públicas de ensino superior da América Latina e um centro de referência nacional e internacional no campo da educação e formação profissional. A UBA se caracteriza por ser pública, gratuita, livre e laica.

Considerada atualmente como a melhor universidade da América latina. Está no posto de 73º no ranking das melhores universidades do mundo, Para melhor visualização: QS World University Rankings 2019

A universidade de Buenos Aires é a mais prestigiada da América Latina. Respeitada pelo mundo inteiro, é a primeira universidade Latino americana a figurar entre as 100 melhores universidades do mundo. 4 dos 5 ganhadores argentinos de Prêmio Nobel, foram estudantes e professores da UBA.

”PRÊMIOS NOBEL”

CARLOS SAAVEDRA LAMAS: Prêmio Nobel da Paz 1936 por sua mediação no conflito entre a Bolívia e o Paraguai. Saavedra Lamas foi o primeiro latino-americano condecorado com o Prêmio Nobel e foi Reitor da UBA de 1941 a 1943.

BERNARDO ALBERTO HOUSSAY: Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1947 por seu descobrimento do papel desempenhado pelo hormônio do lóbulo anterior da hipófise no metabolismo do açúcar.

LUIS FEDERICO LELOIR: Prêmio Nobel de Química de 1970 por seu descobrimento dos nucleótido-açúcares e seu papel na biossíntese dos carboidratos.

ADOLFO PÉREZ ESQUIVEL: Prêmio Nobel da Paz de 1980 por sua luta a favor dos direitos humanos. É Doutor Honoris Causa da UBA e professor da Faculdade de Ciências Sociais.

CÉSAR MILSTEIN: Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1984 pelo descobrimento do princípio que permite a produção de anticorpos monoclonais.

Também Possui parcerias com instituições do mundo inteiro (como Harvard) e principalmente na Europa, são mais de 39 países com diversas universidades, tanto públicas como privadas. Em 2016 foi firmado uma alteração no pacto de Bolonha, onde a Espanha e Argentina reconhecem os títulos acadêmicos mutuamente, assim, os estudantes que se formarem na UBA poderão exercer a profissão não só na Espanha, mas em toda a União Europeia.

O ingresso na UBA é sem vestibular e é necessário que você realize o Processo de ingresso ( UBA XXI: Semi-presencial / CBC:Presencial ) formado por seis matérias, sendo 2 do ensino médio, 2 comuns a todas as carreiras e 2 de ensino superior:

  • Matemática e química (matérias do ensino médio)
  • Pensamento científico e sociedade e estado (matérias comuns a todas as carreiras)
  • Biologia celular e biofísica (matérias de ensino superior)

Se você também deseja conhecer mais sobre a Universidade de Buenos Aires, ou estudar nela, onde vários brasileiros já estudam, entre em contato conosco.

Whatsapp: +5491134424311